21 maio 2013

E aí, qual é o seu estilo?

1Você sabe qual é o seu estilo? Skatista, Rocker, Romântica, Hippie? Por mais que você não tenha um estilo tãão definido e específico assim, você provavelmente sabe o tipo de roupa que te deixa confortável e confiante. Para usar um decotão, por exemplo, é preciso atitude (se você é tímida e gosta de passar despercebida nos lugares, provavelmente não vai se sentir bem revelando tanta pele, correto?). De qualquer forma, você precisa assumir a roupa que está usando e incorporar o “personagem”.

Definir o tipo de roupa que te deixa segura é o primeiro passo para elevar sua autoestima e fazer compras mais aproveitáveis. Preparei algumas dicas que podem ajudá-la:

2

Analisar o que você tem é fundamental para descobrir o seu estilo. Tente descobrir o que suas peças têm em comum: cor, shape, modelo, tecido? Provavelmente estas “peças-chave” vão dizer muitas coisas sobre você…

3

Não fique entulhando o que você não usa mais! Analise suas fotografias antigas e tente descobrir se você continua a mesma pessoa e gostando das mesmas coisas. Eu, por exemplo, já fui de tudo um pouco: tive até uma fase sem vaidade alguma onde meu look preferido eram as camisetinhas da SidePlay (quem lembra?) estampadas com o Piu-Piu, Frajola… haha! Se você  evoluiu mudou, abra mão das peças que te condenam! rsrs

4

Não há mal nenhum em se inspirar no estilo de alguém. Monte uma pastinha de referências e tente montar looks parecidos com o que você já tem em casa. Depois faça uma análise das suas imagens inspiradoras e tente descobrir o que elas têm em comum – elas dirão muito sobre o seu estilo e preferências.

5

Por fim, procure conhecer o seu corpo. Olhe para o espelho e analise o que você gosta e o que gostaria de mudar em você. Gostaria de mudar muita coisa? Calma, você não está sozinha nesta! Somos muito críticas com a nossa própria aparência e estamos sempre na busca impossível pela perfeição. O truque de valorizar os pontos fortes e esconder os fracos é sempre a melhor alternativa, mas precisamos aceitar e assumir o que somos. Quando você se conhece, consegue valorizar o que tem de melhor e conviver sem frustrações com o que não gosta tanto assim.

Gostaram das dicas?

Beijos,