20 maio 2013

A arte de dizer sem falar nada…

Eu sempre gostei de assistir desfiles e tentar entender o que estava na cabeça da pessoa que fica por trás de tudo. Quais foram as referências, o que ela quis dizer com o cenário, com a música e qual foi a mensagem que ela quis passar. É lógico que o universo interpretativo é muito pessoal e depende do repertório e olhar de cada um, mas este vídeo que resolvi postar hoje me deixou tão em choque quando assisti que quero dividir com vocês.

Assista aqui: A Costura do Invisível

Não é incrível a mensagem que ele nos passa no final? A beleza do efêmero, sabe? A moda é passageira e o desfile com peças em papel foi simplesmente uma ideia brilhante. Imaginem o trabalho para desenhar/costurar estas “roupas” (depois eu descobri que as modelos passaram o dia todo sendo “costuradas” dentro das peças para desfilarem depois). Repararam a delicadeza do andar na passarela? Todo cuidado é pouco para não estragar nada. Imaginam a dor que deve ser destruir um trabalho destes em 5 segundos? É isso o que acontece com a moda e todas as tendências e nós nem nos damos conta.

Eu já assisti várias vezes este vídeo e não canso. Jum Nakao simplesmente arrasou!

Gostaram?

Beijos,

Camila

  • Bruna Ferreira

    Camiiiis, eu também amo esse vídeo… Tem o livro tb, voce ja viu??
    Com certeza dá uma dorzinha no coração, no final ver todo aquele trabalhao ser destruido em segundos…
    Mas, realmente toca lá no fundo, e não há nada que mostre mais como é a moda como ele….
    Beijos
    Seu blog tá um arraso!!

    • Oii, eu ainda não li, mas já ouvi falar muuuito bem. Chama “O Império do Efêmero”, não é? Está na minha listinha de livros a ler hahahahaha
      Obrigada Bruu, que bom que está gostando!!! Um beijãooo